Sangue de Deus? (Atos 20.28)

Para muitos cristãos a humanidade de Cristo é como um parente indesejável. Evitam recebê-la em sua fé. Não gostam de perceber o lado humano de Jesus, ou mesmo emprestar para a figura de Cristo um perfil humano. É como se fosse um sacrilégio olhar Jesus apenas como um ser humano excluindo dele a divindade tão exigida que supostamente aparece nos relatos das Escrituras. É um pecado mortal, alegam os mais espirituais e piedosos. Continue Lendo “Sangue de Deus? (Atos 20.28)”

“Nosso Deus e salvador Jesus Cristo”

Salvador

enquanto aguardamos a bendita esperança: a gloriosa manifestação de nosso grande Deus e Salvador, Jesus Cristo”, Tito 2:13.

SIMÃO Pedro, servo e apóstolo de Jesus Cristo, aos que conosco alcançaram fé igualmente preciosa pela justiça do nosso Deus e Salvador Jesus Cristo“, 2 Pedro 1:1

A composição do versículo (Tito 2:13) sai da linha escritural Paulina. Ou seja, Paulo nunca usou a terminologia “Nosso Deus e Salvador Jesus Cristo“. Quando ele citava a mesma sequência, em mais de 40 versículos, sempre disse da seguinte forma: “Nosso Deus e do Salvador Jesus Cristo“, ou mesmo “Nosso Deus e do Senhor Jesus Cristo”.

Continue Lendo ““Nosso Deus e salvador Jesus Cristo””

“Deus bendito eternamente”

DeusA tradução da NVI verte a passagem como segue,

“… o povo de Israel. Deles é a adoção de filhos; deles é a glória divina, as alianças, a concessão da lei, a adoração no templo e as promessas. Deles são os patriarcas, e a partir deles se traça a linhagem humana de Cristo, que é Deus acima de tudo, bendito para sempre! Amém”, Romanos 9:4, 5.

Isso é tudo que a Ortodoxia Cristã Convencional amparada pelo Catolicismo Romano e os Trinitarianos desejam ardentemente: Continue Lendo ““Deus bendito eternamente””

A Quem Traspassaram

Mas sobre a casa de Davi, e sobre os habitantes de Jerusalém, derramarei o Espírito de graça e de súplicas; e olharão para mim, a quem traspassaram; e pranteá-lo-ão sobre ele, como quem pranteia pelo filho unigênito; e chorarão amargamente por ele, como se chora amargamente pelo primogênito”.

Já que Deus diz que ele é o único que “traspassaram” em Zacarias 12: 1, e como Jesus foi traspassado no Calvário, deve significar, para os trinitarianos, que Jesus é Deus. Continue Lendo “A Quem Traspassaram”

“Deus conosco… Pai da eternidade”

O Anjo Gabriel declara para José: “José, filho de Davi, não temas receber Maria como tua esposa, pois a criança que nela foi gerada é do Espírito Santo. Ela dará à luz um filho, e você lhe colocará o nome de Jesus, porque ele salvará o seu povo dos seus pecados “Tudo isto aconteceu para se cumprir o que fora dito pelo Senhor por intermédio do profeta: “Eis que a virgem conceberá, e dará à luz um filho, E chamá-lo-ão pelo nome de Emanuel, Que traduzido é: Deus conosco”, Mateus 1:20-25. Continue Lendo ““Deus conosco… Pai da eternidade””

O Alfa e o Ômega

AlfaA afirmação feita pela tradição teológica cristã é de que o livro de Apocalipse mostra, não o Senhor Deus como o Alfa e o Ômega, mas a pessoa de Jesus. Isso não é verdade, e um exame minucioso dos textos vai esclarecer que o título Alfa e Ômega é aplicado somente para a pessoa do Pai, o Todo Poderoso mencionado em Apocalipse, o qual sempre é visto distinto do Cordeiro. Continue Lendo “O Alfa e o Ômega”

Ele foi semelhante a nós

Observamos em todos os relatos sobre Jesus de Nazaré que Ele suportou todas as consequências da queda. Podemos ver semelhanças entre ele e Adão quando foi tentado, o que ensina que ele podia ter uma tendência irresistível para o pecado, embora saibamos que ele não os cometeu.

Também observamos em Cristo outras características inerentes aos seres humanos, que são: sofrimento e morte física. Assim, Cristo claramente exibiu características que pertencem à humanidade caída. Poderíamos, então, chamá-lo caído? Continue Lendo “Ele foi semelhante a nós”

Meu Senhor e meu Deus!

Quando o Senhor Jesus ressuscitou e apareceu aos seus discípulos pela primeira vez, Tomé não estava entre eles (João 20,19-24). Alguns dias depois os discípulos lhe disseram que tinham visto o mestre. Tomé falou que não acreditaria  a menos que ele também o visse   (v. 25).

Uma semana depois Jesus lhes apareceu novamente, Tomé estava presente. Jesus, então, mostrou as marcas dos cravos para Tomé, conversou com ele sobre a sua incredulidade e Tomé respondeu: “Meu Senhor e meu Deus” (João 20.28). Continue Lendo “Meu Senhor e meu Deus!”

Este é o Deus Verdadeiro

Temos aqui três traduções que diferenciam entre si no contexto de João 5:20:

E sabemos que já o Filho de Deus é vindo, e nos deu entendimento para que conheçamos ao Verdadeiro; e no que é verdadeiro estamos, isto é, em seu Filho Jesus Cristo. Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna”. ACF

Sabemos também que o Filho de Deus veio e nos deu entendimento, para que conheçamos aquele que é o Verdadeiro. E nós estamos naquele que é o Verdadeiro, em seu Filho Jesus Cristo. Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna”. NVI Continue Lendo “Este é o Deus Verdadeiro”

Adulteração em Mateus 28:19

O Cardeal Ratzinger, em seu Livro “Introdução ao Cristianismo”, fez algumas declarações que se espalharam pela Internet de forma avassaladora. Essas declarações revelam nas entrelinhas algo interessante sobre a forma batismal em nome do Pai, Filho e Espírito Santo, mesmo estando o Cardeal fazendo referência ao Credo Apostólico, que de Apostólico nada tem, pois ele é bem explicito quando afirma onde e quando foi elaborado esse Credo. Continue Lendo “Adulteração em Mateus 28:19”